Como Criar um Orçamento de Viagem em Cinco Etapas

Viajar é essencial

Na hora de viajar, todos querem que o dinheiro se estenda o máximo possível. Mas até que ponto o nosso dinheiro de viagem pode nos levar depende do tipo de férias que estamos planejando.

Por exemplo, se seu objetivo é passar uma semana de luxo hospedado em um resort ou spa, é mais provável que suas preocupações com dinheiro sejam sobre se você deve ficar em um hotel de quatro ou cinco estrelas e em quais restaurantes você deve jantar.

Se, por outro lado, você planeja viajar por vários meses, então você terá outras preocupações com dinheiro, o objetivo é tentar fazer com que seu dinheiro se estique o máximo possível.

Abaixo, discutimos como montar um orçamento de viagem cobrindo o essencial, excluindo passeios, vida noturna ou atividades.

 

Quanto Dinheiro Eu Vou Precisar?

Quanto dinheiro você precisa economizar para a sua viagem depende de muitos fatores, como por quanto tempo você está indo embora, para onde você está indo.

Para aqueles com um orçamento apertado, como uma regra geral, a maioria dos mochileiros diria que é possível viver com R$50-100 por dia para refeições e alojamento em locais como o Peru, Bolívia, Equador ou Colômbia. Se você está viajando pela América do Norte, Europa ou Austrália, então o valor sobre bastante para uns R$200 por dia no mínimo.

 

1. O Essencial: Voos e Alojamento

Seu voo e acomodação serão mais de 70% do seu orçamento. Se você já sabe quanto dinheiro terá para as suas férias, isso facilita muito o planejamento. Por exemplo, se o orçamento total é de R$ 3000 e você planeja viajar por dez dias, é possível pesquisar hotéis e voos para correspondem ao seu orçamento.

Se, no entanto, você estiver nos estágios iniciais de seus planos de viagem, poderá começar a observar os preços dos voos e dos hotéis e, em seguida, ver quanto dinheiro precisará.

Começando com os custos do hotel, abra seu navegador de internet e comece a procurar hotéis em sites de viagens como Hoteis.com, AirBnB e Expedia. A maioria dos sites de viagens permite que você filtre suas pesquisas por classificação de estrelas. Muitos hotéis terão descontos para estadias no meio da semana ou reservas de três noites ou mais. Brinque com os filtros e olhe para meia dúzia de hotéis só para ter uma ideia do preço médio.

Em seguida, analise os preços dos voos. Mais uma vez, abra seu navegador de internet e comece sua busca em sites de viagens como Google Flights, Decolar, Submarino Viagens e Melhores Destinos. Muitos agregadores de voos permitem que você filtre as pesquisas com base no preço mais baixo, no número de paradas e na duração do voo. Se você é flexível com as datas, é comum ver que deixar um dia ou dois antes ou depois pode fazer um mundo de diferença para o preço.

 

2. Outros Fatores de Custo

Digamos, novamente, que seu orçamento total é de R$ 3000 e você deseja viajar por dez dias. Há outros fatores que você deve ter em mente ao elaborar seu orçamento.

Se seu orçamento se basear em uma taxa de câmbio de moeda específica ou em uma transação de hotel específica que você viu há algumas semanas, mas o preço do hotel ou a taxa de câmbio mudar, isso poderá alterar seus planos drasticamente.

Outro fator que muitas pessoas não levam em consideração é o custo da viagem de ida e volta para os aeroportos, tanto na sua cidade como no seu destino. Se você está pensando em pegar um táxi, você está olhando pelo menos quatro tarifas.

Mantenha esses custos em mente e, como regra geral, sempre superestime seu orçamento em 20% para permitir sobretaxas e despesas adicionais.

 

3. Tempo é Dinheiro

Ao reservar hotéis, vôos e transporte de conexão, lembre-se de que tempo é dinheiro. Em uma tentativa de economizar dinheiro, você pode decidir reservar um hotel mais fora da cidade, no entanto, se isso significa que você gasta mais tempo viajando e menos tempo experimentando o destino, talvez não seja a melhor opção.

Além disso, ao reservar voos, pode ser tentador reservar o voo mais barato possível. No entanto, se o voo tiver várias conexões e demorar mais tempo, você poderá interromper sua viagem.

Da mesma forma, se você estiver com pouco tempo e passar várias horas nos ônibus em vez de um único trem ou táxi, vale a pena reconsiderar o custo real.

Por fim, tenha cuidado para não reservar voos de conexão ou transporte muito próximos. No caso de um de seus voos estar atrasado, ele pode se desfazer do restante da viagem e pode resultar em gastar mais dinheiro reservando um voo de substituição de última hora.

 

4. Comer Fora vs Ir No Mercado

Uma regra geral sensata a seguir é equilibrar suas refeições entre a compra de alimentos em mercadinhos e restaurantes. Se o seu hotel inclui café da manhã, você pode economizar muito dinheiro.

Novamente, quando reserva hotéis, pode ser mais barato, no final, para reservar um hotel um pouco mais caro se inclui café da manhã, a menos, é claro, você sabe que você pode encontrar café da manhã mais barato e tão convenientemente.

Muitas pessoas acham que comprar o jantar ou almoçar fora, mas não os dois, é uma grande economia de custos.

 

planejar uma viagem não é dificil

 

5. Juntando Tudo

Com suas estimativas aproximadas de hotéis e voos e despesas diárias de alimentação (lembre-se de superestimar!), crie uma planilha de Excel e insira os dados.

Com este documento, você pode ver quanto dinheiro vai precisar e onde pode cortar custos ou onde tem espaço de sobra. Depois que esses itens essenciais do orçamento estiverem em vigor, você poderá explorar outras partes de seus planos de viagem, como passeios e atividades.

Mesmo após o orçamento, se você precisar de uma pequena ajuda para fazer as coisas acontecerem, nós estamos aqui para ajudar. Na Ferratum Money, nosso objetivo é inspirar e capacitar as pessoas a dizerem SIM à vida com mais frequência.