Dia da Terra: Cinco Maneiras Simples de Reduzir Sua Pegada de Carbono

Dia mundial da terra

Iniciado em 1970, o Dia da Terra, celebrado mundialmente no dia 22 de abril, é um evento mundial anual com comícios, conferências, atividades ao ar livre e projetos de serviço destinados a conscientizar o público sobre a proteção ambiental.

Segundo relatos, especialistas estimam que estamos perdendo 137 espécies de plantas, animais e insetos todos os dias. Os relatórios também dizem que a cada ano as industrias no Brasil liberam mais de 1 bilhão de toneladas de gás carbônico no ar.

O Dia da Terra nos lembra que todos nós precisamos agir para proteger nosso planeta para nós mesmos, nossos entes queridos e as futuras gerações. Felizmente, fazer a diferença e sentir o impacto é muito mais fácil do que você imagina.

Aqui estão cinco maneiras simples pelas quais você e sua família podem reduzir sua pegada de carbono e ajudar nosso planeta agora:

 

1. Compre e coma local

Estima-se que 27% das emissões de gases de efeito estufa do Brasil resultem da agropecuária. Além da produção em si, transportar estes alimentos é o que mais contribui para este número ser tão grande. Então em vez de comprar alimentos vindos de outros estados e países, opte por comprar alimentos sazonais locais, que não apenas percorrem menos quilômetros, mas também são mais frescos.

Ao comprar localmente, não apenas reduzimos as emissões de carbono, mas também ajudamos nossa economia e apoiamos agricultores e fabricantes locais.

 

2. Ser Vegetariano Três Vezes Por Semana

Uma grande causa do aquecimento global é a produção de carne. A quantidade de grãos e água necessária para o gado é preocupante, ainda mais quando especialistas dizem que haverá mais dois bilhões de pessoas em 2050 que precisam se alimentar.

Um artigo de 2014 no The Guardian (em inglês) sugeriu que comer menos carne bovina é uma maneira mais eficaz de reduzir as emissões de carbono do que reduzindo o uso de carros. Como diz o artigo, comer carne bovina requer vinte e oito vezes mais terra para produzir do que carne de porco ou frango e onze vezes mais água, o que resulta em cinco vezes mais emissões climáticas. “Quando comparado a produtos básicos como batata, trigo e arroz, o impacto da carne bovina por caloria é ainda mais extremo, exigindo 160 vezes mais terras e produzindo 11 vezes mais gases de efeito estufa”, informa o artigo.

Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, conduziram um estudo que descobriu que a produção de alimentos de origem animal estava associada a maiores emissões de gases de efeito estufa do que os alimentos à base de plantas. As dietas de 2.041 veganos, 15.751 vegetarianos, 8.123 comedores de peixe e 29.589 comedores de carne foram avaliados. Os resultados mostram que dietas ricas em carne, que são definidas como mais de 100 g por dia, resultaram em 7,2 kg de emissões de dióxido de carbono, enquanto dietas vegetarianas e comedores de peixe causaram cerca de 3,8 kg de CO2 por dia. As dietas veganas produziram apenas 2,9 kg.

Mas não precisa abandonar por completo as carnes. Reduzir o consumo pela metade e comer apenas três vezes por semana tem um enorme impacto positivo no planeta. É uma solução simples e pragmático que ajuda o meio ambiente.

Leia o estudo completo aqui (em inglês).

 

3. Ande Mais, Dirige Menos

Sim, sim, já ouvimos isso antes, mas é verdade! Andar em vez de dirigir pode fazer uma diferença enorme! De acordo com a Agência de Proteção Ambiental dos EUA, mais da metade de toda a poluição do ar vem do uso de veículos.

Se você pode caminhar ou pedalar até o seu destino, por que não fazer isso? Não só você estará reduzindo as emissões de carbono, mas o exercício físico também é melhor para você.

Se for longe demais para ir ao seu destino, pegue um ônibus ou trem. Pense no número de pessoas que podem se encaixar em um ônibus ou vagão de trem e depois pense no número de carros necessários para transportar cada pessoa. Muitas cidades estão oferecendo opções de transporte mais ecológicas, com ônibus e trens usando gás natural e até mesmo motores elétricos. Mas mesmo os carros e onibus elêtricos precisam usar energia da rede elétrica que não sempre tem origem renovável.

 

4. Reduza o Uso de Energia em Sua Casa

Fazer pequenas modificações em sua casa pode fazer uma enorme diferença nas emissões de carbono e na sua conta de luz. Se você mora em um lugar que faz frio, isole sua casa adequadamente, fechando os portas e janelas, e instalando o isolamento térmico. Isso garantirá que você não está desperdiçando energia e eletricidade tentando aquecer ou resfriar sua casa e, em vez disso, fará um trabalho melhor de moderar a temperatura da sua casa.

Ao comprar eletrodomésticos, como máquinas de lavar roupa ou aparelhos de ar condicionado, sempre atente para a classificação de estrelas de energia no rótulo. Escolher eletrodomésticos que sejam ecologicamente corretos é uma maneira infalível de economizar energia e economizar dinheiro em sua conta.

Por fim, desligue as luzes quando não as estiver usando e quando estiver saindo da sala. Além disso, compre lâmpadas LED em vez de lâmpadas incandescentes. Duram mais e gastam muito menos energia. Sua conta de luz vai sentir o efeito, e o planeta agradece.

juntos protegendo a terra

5. Reciclar e Reutilizar

Segundo um relatório da EuroStat (em inglês), que analisou os impactos ambientais relacionados com os resíduos e a emissão de gases com efeito de estufa na União Europeia, 93% das emissões de gases com efeito de estufa provenientes da gestão de resíduos provêm do sector dos aterros de lixo.

Na Suécia, mais de 99% de todos os resíduos domésticos são reciclados de uma maneira ou de outra - mais do que qualquer outra nação. Como declarado no site Sweden.se, as estações de reciclagem não estão a mais de 300 metros de qualquer área residencial e a maioria dos suecos separa todos os resíduos recicláveis ​​em suas casas e os depositam em recipientes especiais em seu bloco de apartamentos ou os deixam em uma estação de reciclagem. Leia mais aqui.

Você também pode fazer a diferença, classificando todos os resíduos recicláveis ​​em sua casa, separando garrafas, latas, plásticos e papel e reciclando esses itens adequadamente.

Juntos, todos nós podemos fazer a diferença neste Dia da Terra