Aproveite o décimo terceiro salário para quitar suas dívidas!

Quite suas dividas

O décimo terceiro salário vem em boa hora para quitar as dívidas de fim de ano e comprar o que você precisa. Neste artigo, vamos falar um pouco sobre as vantagens disso.

O 13º salário é pago em duas parcelas pelo empregador e, por isso, a empresa pode organizar sua folha de pagamento sem prejuízos e o trabalhador pode receber todos os valores que têm direito. Por outro lado, o empregado precisa se organizar para aproveitar o dinheiro da melhor maneira.

Boa parte dos brasileiros utiliza o décimo terceiro para pagar dívidas. Os valores facilitam o orçamento no fim do ano, época em que os gastos das famílias costumam aumentar. Uma alternativa é recorrer a empréstimos, pois hoje, há excelentes alternativas aos bancos que também garantem muitas vantagens.

Vamos tratar tudo isso neste artigo.

Décimo terceiro para quitar dívidas: Vale a pena?

A pergunta é comum, mas talvez precise ser reelaborada: o décimo terceiro pode facilitar minha vida financeira, mesmo eu pagando dívidas? A resposta é sim, porque o décimo terceiro é uma quantia à parte dos ganhos mensais que pode ser planejada, no sentido de lhe trazer conforto.

A CLT possui as vantagens e desvantagens para os trabalhadores. Isso, porque o empregador acaba arcando com taxas que, quando combinado em um cenário macroeconômico, afeta o crescimento das empresas e a empregabilidade. No entanto, o trabalhador pode utilizar dos recursos oferecidos para estabelecer uma vida mais plena e com investimentos.

Nos casos de inadimplência, o 13º salário ajuda a sair do sufoco. Quem está no vermelho, não possui muitas opções, por isso, a melhor alternativa é mesmo utilizar o dinheiro para tentar quitar a dívida, ao menos 70% do valor.

Precisa de crédito? Clique aqui e peça já!

Opções para utilizar o décimo terceiro

Além dos casos de inadimplência, é útil guardar o décimo terceiro para pagar dívidas futuras, ou seja, aquelas que surgem para o ano seguinte. Entre dezembro e fevereiro, temos uma época de reorganizar o orçamento e pagar tributos e custos. Os mais conhecidos são IPTU, IPVA, além do material escolar e a matrícula dos filhos.

Para quem já recebe uma parcela do décimo terceiro em novembro, uma boa opção é utilizar o dinheiro em datas sazonais, como a Black Friday, principal do comércio. É uma oportunidade de comprar o que você precisa por preços bem abaixo e obter descontos que dificilmente você irá ter ao longo do ano.

O Natal e o Réveillon também exigem gastos, como compra de presentes e produtos para gastar nas festas. Novamente, há uma possibilidade de utilizar seu décimo terceiro.

Outra opção é quando o trabalhador possui parcelas a serem pagas de um financiamento, seja de carro, moto ou imóvel. Com o dinheiro do décimo terceiro salário, você consegue antecipar parcelas e reduzir o tamanho da dívida.

Nessas situações, o que vale é checar os juros anuais e taxas de financiamento. Se elas superam 13% ao ano, a utilização do décimo terceiro pode ser um excelente negócio. Isso, porque 13% é o valor que você consegue de rentabilidade em um investimento de baixo risco, como Tesouro Selic e CDB.

A explicação é simples. Um investimento em baixo risco não pagaria a conta de um financiamento com mais de 14% de juros, pois esse normalmente é o teto de lucro praticado. Portanto, entre investir com menos de 13% de lucro e quitar uma dívida com mais de 13% de juros, é melhor a segunda opção.

Opções para obter crédito

Independente se você irá utilizar o dinheiro para pagar dívidas que já possui ou dívidas futuras, é importante fazer um bom uso do dinheiro, sem gastos desnecessários. Se você recebe décimo quarto salário, você terá uma boa opção para quitar dívidas, comprar, construir, reformar ou até investir. O décimo quarto salário é pago para trabalhadores com cinco anos de trabalho, o famoso abono salarial.

O FGTS também garante excelentes oportunidades, ainda mais com as novas regras. Agora, é possível fazer um saque imediato de R$ 500 em contas inativas. Outra opção é o saque-aniversário, que dá o direito ao trabalhador de sacar parte do FGTS no mês de aniversário ou nos seguintes. Reunindo os valores sacados, é possível quitar muitas dívidas.

Para quem precisa de um valor a mais, um empréstimo também é uma excelente opção. Há a possibilidade de você emprestar, parcelar o valor, e utilizar apenas uma parte. O resto fica guardado para você utilizar quando desejar.

Na hora de utilizar o décimo terceiro para pagar suas dívidas, tenha um plano em mente. Descubra o tamanho da dívida e o quanto você pagaria no futuro se a deixasse de lado. Ou seja, veja como ela estaria se os juros se transformassem na famosa bola de neve. Dessa forma, você consegue entender se realmente compensa utilizar o dinheiro do décimo terceiro salário para quitar a dívida à vista.

Para seu futuro, a melhor opção é utilizar o décimo terceiro para investir e garantir seguridade para sua vida financeira. O primeiro passo é quitar todas as dívidas, para que você não precise utilizar o valor do 13º, nem do FGTS. A partir do momento que você estiver sem dívidas, é hora de começar a trabalhar o futuro.

Nesse caso, você pode usar o décimo terceiro para criar um fundo de emergência. Esse valor será utilizado em momentos em que você estiver desempregado ou precise gastar com algo. Assim, ao invés de parcelar e pagar juros, você pega do seu fundo e paga à vista. Depois, devolve o dinheiro mensalmente para o próprio fundo, sem juros.

O valor do seu fundo pode ser aplicado em Tesouro Selic, CDB ou outro investimento de renda fixa. Eles são seguros e rendem mais que a poupança. Seu dinheiro estará rendendo e serve como base para não passar dificuldades.

Se você deseja quitar as dívidas, iniciar um projeto ou criar de antemão seu fundo de emergência, considere a possibilidade de obter crédito conosco. É rápido e prático, em 10 minutos poderá obter a autorização. Conheça mais e aproveite a oportunidade!