Como ganhar um dinheiro extra sem sair de casa

empreendedor

A não ser que você tenha muita sorte, você provavelmente está sofrendo com a crise econômica. A maioria de nós ainda está sentindo os efeitos do pequeno aumento dos salários frente ao forte crescimento da inflação.

Com a diferença entre os salários e o custo de vida aumentando a cada mês, muitas pessoas estão procurando outras maneiras de complementar a renda. É claro que isso faz sentido, mas a menos que você tenha tempo livre para um segundo emprego, essa não é uma tarefa fácil. Com um trabalho de tempo integral, responsabilidades domésticas, estudo, transporte e diversas outras coisas, geralmente não sobra muito tempo para algo a mais.

Mas e se você pudesse ganhar um troco extra sem comprometer seu precioso tempo? Melhor ainda seria se você pudesse fazer isso gastando pouco tempo e dinheiro. Talvez você consiga fazer até mesmo sem sair de casa. Veja abaixo cinco ideias bem realistas de como ganhar um dinheiro extra no seu tempo livre.

1. Vender suas coisas

Vender coisas que não queremos mais é sempre uma forma de fazer um dinheiro extra e ainda de quebra liberar um bom espaço em casa – e você pode acabar usando esse espaço extra para ganhar ainda mais dinheiro!

Você provavelmente tem algumas coisas em casa que não vão lhe fazer tanta falta: lembra daquele equipamento esportivo que você comprou com a melhor das intenções, mas que só usou uma ou duas vezes?

Certamente você tem uma roupa que saiu de moda e pode ser vendida também, e ela ainda vai liberar um espaço ótimo no armário. Se os itens estiverem em bom estado e forem de marca, é bem capaz que você consiga um valor bem razoável por eles, então anuncie em algum site de vendas, como Mercado Livre ou Olx, e veja quanto você consegue levantar. Roupas sozinhas não valem muito, mas você pode leva-las a um brechó e vende-las por peso. Você se surpreenderá ao descobrir quanto suas roupas cansadas podem valer!

O mesmo serve para roupas infantis. Assim como na maioria das casas, provavelmente suas crianças também têm um monte de roupas que não servem mais nelas. Procure bem e você encontrará itens que que elas ganharam quando tinham 3 anos de idade, usaram pouquíssimas vezes e depois já não serviram mais. Assim como suas roupas, se esses itens forem de marca, você conseguirá levantar uma boa quantia em algum site de desapego e, dependendo da marca deles, você pode até conseguir metade do valor de um novo, especialmente com os calçados.

Outra ótima opção para vender itens infantis é procurar feiras de vendas de itens usados no seu bairro e alugar um estande para vender roupas, brinquedos e todos os carrinhos, cadeirinhas e andadores que você comprou para seu bebê, mas que nunca chegou a usar, já que eles abriam o maior berreiro sempre que você os colocava lá! Você pode montar uns kits de roupas para atrair os caçadores de pechinchas e assim não trazer muita coisa de volta para casa. Apenas redobre o cuidado de deixe tudo bem limpinho!

2. Ensinar é para poucos

  Uma ótima maneira de ganhar um troco extra é vendendo seus conhecimentos, habilidades ou experiências. Você pode ensinar algo relacionado à sua profissão, ou até mesmo a um de seus hobbies.

Há milhares de pessoas desenvolvendo trabalhos muito interessantes com aulas individuais ou até mesmo cursos regulares para turmas. Sejam aulas de ioga semanais, cursos de culinária ou até mesmo organizando jantares nas casas dos clientes. Há pessoas que tocaram em bandas por décadas e agora dão aulas particulares de música para a próxima geração de talentos!

Tudo depende do que irá ensinar, mas geralmente você só precisará de alguns equipamentos ou um local, e essas despesas podem ser cobertas pela renda que você irá gerar com as aulas.

3. Vender suas criações

  Se você tiver a sorte de ser uma pessoa criativa, você pode levantar uma grana com seus hobbies também. Dê uma olhadinha no site Elo7 e veja como milhares de pessoas estão criando coisas lindas e as vendendo em seguida. Muitas pessoas fizeram disso um trabalho em tempo integral!

Muitas pessoas estão vendendo suas próprias criações on-line, como decorações de mesas de casamento e convites, serviços para festas, decorações de casas, camisetas com estampas únicas, joias, móveis personalizados, obras de arte originais, etc. Outras financiam hobbies como tricô vendendo os xales, cobertores e cachecóis que fizeram on-line!

Há diversos lugares para vender suas criações on-line como os sites Elo7, Mercado Livre, OLX e Facebook Marketplace. Você também pode vender os itens em lojas físicas. Dê uma pesquisa no custo de um estande permanente em uma feira de artesanato local, bazares de condomínios ou até faça parcerias com lojas locais.

4. Receber por suas fotos

Calma, não é isso que você está pensando.

Tirar fotos e receber por isso! Essa é uma outra ótima maneira de receber um dinheirinho extra.

Se você tem o jeito com fotografia, o equipamento adequado e uma certa dose de carisma, vale a pena tentar. Mas lembre-se: ninguém quer correr o risco de arruinar o grande dia de outra pessoa com um serviço ruim, não é? Mas há outras opções também. Se você tem uma câmera razoável e um olho afiado para fotografias, você pode levantar um bom troco vendendo fotos em sites de imagens, como o ShutterStock e iStockphoto.

5. Torne-se um Cliente Misterioso

Clientes misteriosos são pagos para visitar lojas e relatar sobre o atendimento que receberam. Os valores pagos para esses serviços variam muito, mas geralmente suas despesas são cobertas, ou seja você poderá levar o que comprou para casa! Você também pode ser um cliente misterioso em um restaurante, informando os donos sobre a qualidade da comida e do serviço. Além disso, uma refeição gratuita nunca é demais!

Para ser um bom cliente misterioso, você precisa ser bastante observador e ter uma boa memória. Você terá que se lembrar do que você comprou, se gostou ou não, os nomes das pessoas com quem falou, descrever tudo certinho e fazer as perguntas certas – e é claro, fazer tudo isso sem entregar que você é um cliente misterioso!

Habilidades para escrever e relatar também são essenciais, já que você terá que descrever em detalhes cada visita.